Dicas de empreendedorismo

É muito comum encontrar na internet conteúdos sobre técnicas de vendas infalíveis, que irão fazer com que sua empresa tenha uma maior assertividade. Mas a realidade é que nem sempre essa promessa se cumpre e, mesmo tendo uma equipe de vendas bem treinada, é possível que você acabe em um beco sem saída. 

Pensando nisso, decidimos trazer um especialista em marketing e vendas, o Ricardo Lemos, para te ensinar o contrário. Ou seja, vamos te mostrar quais técnicas de vendas estão totalmente ultrapassadas e devem ser abandonadas agora mesmo! 

A ideia deste post é fazer com que você consiga identificar se alguns dos métodos citados ainda estão em vigor na sua empresa. Vamos lá?!

Insistência 

De acordo com Ricardo Lemos, os clientes estão cada dia mais desconfiados das empresas, produtos e serviços. A primeira técnica de venda que não está mais tendo efeito é aquela em que os vendedores insistem e não aceitam “não” como resposta. Qualquer abordagem nesse sentido, que deixe o cliente desconfortável ou até mesmo intimidado a comprar, não deve ser utilizada!

“Recomendo que os vendedores não cheguem oferecendo de cara algum produto e pedindo para o cliente levá-lo. Sei que hoje em dia não se vê com frequência, mas as vendas porta a porta têm esse perfil e desaconselho totalmente”, explica. 

Pressão

Um tempo atrás, era comum encontrar vendedores desesperados, pensando apenas no fechamento da venda e cumprimento de meta. Esse tipo de direcionamento do gestor acaba criando nos vendedores uma tendência de pressionar os clientes. 

“É preciso criar um relacionamento com o público e, para que isso aconteça, você deve conhecê-lo. Descobrir como se aproximar da melhor forma, onde ele está e quais seus hábitos de consumo”, aconselha. 

Esperar o cliente entrar na loja 

É importante ter em mente que a forma como os clientes encontram produtos e serviços mudou, portanto, esperar que ele entre no seu empreendimento pode não gerar bons resultados. Esse tipo de técnica não funciona mais em uma realidade globalizada e com uma presença digital muito notável. 

Ricardo Lemos lembra que empreendimentos novos ou menos conhecidos do que franquias e marcas famosas devem pensar em como chamar a atenção do cliente, seja por meio da internet ou até mesmo inovando no ponto de vendas. “Degustação no local da venda pode ser uma ideia bacana, mas o importante é entender o que irá funcionar para o seu público, pois cada empresa é única”, comenta Ricardo. 

Bônus: qual tipo de técnica de vendas realmente funciona?

Ricardo Lemos evita dar receitas prontas, como ele mesmo já disse neste artigo “cada empresa é única”, portanto, não há uma receita de bolo. Devido à sua experiência com a área, ele pôde identificar alguns pontos que fazem com que uma técnica de venda funcione melhor. Olha só: 

  • Técnicas de vendas que foquem em solucionar os problemas e dificuldades dos clientes
  • Aquelas que oferecem comodidade ao cliente
  • Que passam a ideia de economia de tempo 
  • Vendas personalizadas
  • Estratégias de vendas que passam segurança ao cliente

Em técnicas de vendas modernas e efetivas, consideram-se os pontos que Ricardo Lemos apresentou, concentrando em cinco estágios de ação: 

  1. Conseguir captar a atenção do cliente
  2. Conquistar o interesse 
  3. Despertar o desejo 
  4. Utilizar dados para convencer o cliente 
  5. Encorajar a compra e fechar a venda 

Como última dica, o especialista em marketing e vendas reforça que, antes de traçar qualquer tipo de estratégia ou escolher uma técnica de venda, é preciso que você conheça o cliente.

Colher informações sobre seus hábitos, como costuma comprar e onde é extremamente importante para saber com exatidão qual tipo de abordagem irá resultar em boas vendas. 

 

SEBRAE MS 

Disponível em: https://sebrae.ms/empreendedorismo/descubra-com-ricardo-lemos-as-tecnicas-de-vendas-que-nao-funcionam/#

30/OUT/2019